Mostrar mensagens com a etiqueta Pão. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Pão. Mostrar todas as mensagens

13 de julho de 2017

Pão de banana verde

Já andava desolada porque nenhum pão apropriado para consumir em protocolo me corria bem, e já
perdi a conta à quantidade de farinhas que deitei fora. Por outro lado, as receitas que encontro (maioritariamente estrangeiras) nunca me correm bem, mas esta andava de lado precisamente por causa dos ingredientes. Mas há dias encontrei a banana verde e o cremor de tártaro, e já não havia desculpas. E mesmo com as piadinhas da filha que tem acompanhado os fracassos consecutivos em fazer pão, ficou surpreendida pelos resultados.

Então é assim:

INGREDIENTES:

1 banana verde (plantain) (depois de descascada e cortada dá cerca de 3/4 de chávena)


1, 5 chávena de polvilho doce
2 colheres de sopa de farinha de coco
1/2 colher de café de bicarbonato de sódio
1/2 colher de café de levedura de cremor de tártaro


1/2 colher de café de sal marinho
1 chávena de leite de coco (usei caseiro - receita aqui)
2 colheres de sopa de azeite
Opção - juntar alho triturado a gosto (não o fiz)

PREPARAÇÃO:

Liguei o forno a 200º.
Descasquei a banana com uma faca afiada. É preciso cortar de um lado e do outro e retirar a casca. 
Cortei aos pedaços e coloquei na Bimby, juntamente com o azeite e o leite de coco, vel. 5/ 1 min.
Numa tigela, juntei as farinhas, o bicarbonato, o sal e o cremor de tártaro para as misturar bem.
Com a Bimby em movimento na vel. 3, adicionei a mistura das farinhas pelo bocal até ficar uma massa homogénea.
Na receita original indica para o caso da massa ficar muito líquida, juntar um pouco de polvilho. Se a massa ficar mito seca, juntar um pouco de leite de coco. Eu tive q juntar mais leite, daí ter já adicionado a quantidade real de leite de coco nos ingredientes.
A massa deve ter a consistência para moldar pequenas bolas. A receita menciona que dá para 8 e confirmo.



Coloquei as bolinhas num tabuleiro coberto com papel vegetal e levei ao forno cerca de 20 minutos, até a parte exterior estar ligeiramente dourada.
Retirei do forno assim que ficou pronto e deixei arrefecer.


Só abri depois de completamente frios (e estava em ânsias).






Eu gostei bastante do sabor e da próxima vez vou mesmo colocar ervas secas ou alho.
Comi 3 bolinhas o que me valeu saltar o jantar e só voltar a comer ao pequeno-almoço do dia seguinte 😆
Espero que gostem, eu adorei e de certeza que vou voltar a repetir!

9 de maio de 2017

Pão paleo AIP

Já tentei várias receitas de pão feito com as poucas farinhas permitidas no protocolo, mas foi tudo direitinho ao lixo. Não que seja dependente de pão, mas ao pequeno-almoço, às vezes falta-me inspiração e sobretudo vontade de comer sopa ou carne com legumes ou salada.

Mas há dias uma amiga publicou uma receita de pão que eu fazia na altura em que comprei a Bimby e nunca mais a voltei a fazer...até agora. Lembro que este pão tinha ficado muito fofo, mas que levava um ingrediente estranho e que na altura, as colegas a quem dei a provar, ninguém acertou no ingrediente surpresa 😊 e a melhor parte é que não sabia ao tal ingrediente surpresa

Então vão precisar de:


INGREDIENTES:

200g de cascas de banana biológicas (sim, leram bem)
400g de água morna
3 cs de azeite extra-virgem
200g de farinha de mandioca
50g de farinha de alfarroba
1 saqueta de fermento para bolos (sem glúten)
2 c.chá de flor de sal

PREPARAÇÃO:

Liga-se o forno a 180º.
Retiram-se as extremidades das cascas de banana e trituram-se juntamente com a água. Na Bimby usei a velocidade 5-7 durante 1 min.
Fica uma massa castanha e espessa.



Juntei os restantes ingredientes e misturei tudo na velocidade 4 até ficar uma massa homogénea.
A massa tem de ficar com a consistência suficiente para formar bolas.
Se ficar muito líquido, junta-se mais um pouquinho de farinha, se ficar espessa, junta-se um pouco mais de água.
Moldam-se bolinhas e vão ao forno cerca de 40 minutos.
Findo o tempo, retiram-se imediatamente do forno e deixa-se arrefecer.
Esperar que arrefeça completamente antes de abrir, senão fica com consistência de borracha.
Esta massa deu-me para 8 bolinhas.
Espero que gostem 😄